31 janeiro 2014

REVIEW | Latte [Lip Tint]



Bem, hoje apetecia-me falar-vos sobre uma das minhas prendinhas de Natal. Trata-se de um produto que queria experimentar e que incluí na lista de prendas que pedi ao meu irmão.


Latte é o hidratante labial da Lush, que mistura pigmentos cor de café, leite e bronze. Na sua composição tem uma mistura de óleo de amêndoa, óleo orgânico de jojoba, cerda do japão, açúcar, café e baunilha. Acima de tudo, promete hidratação e a conjugação dos óleos resulta, segundo a marca, numa maior duração do produto nos lábios. 


A minha opinião: Adoro a cor: um tom castanho com uma pontinha de bronze. É lindo! Mas tenho que ser sincera... detestei este hidratante e nem sequer vos consigo dizer se hidrata tal como promete ou não. Simplesmente tem, para mim - atenção!-, um sabor horrível, que depreendo ser do óleo. Nhac! Não consigo mesmo usá-lo e já o tentei mais do que uma vez, mas tenho imediatamente de o tirar. 

Numa das minhas últimas visitas à loja, comentei com a menina que me estava a atender que não suportava o saber e que me arrependia imenso de o ter comprado. Até que me ela simplesmente me sugeriu: Por que não usar como blush? Voilá! Cheguei a casa e tive que experimentar. E não é que gosto de o usar como blush? :) Fica tão lindo e dá um acabado perfeito à maquilhagem. Adoro!

Não imaginam a minha cara de felicidade... Não me apetecia deitar o bálsamo fora, sentia-me super mal. É por isso que não gosto de comprar coisas sem experimentar primeiro...

Hoje lembrei-me de o usar na minha maquilhagem. Tentei tirar uma foto, mas como uso o telemóvel não ficou grande coisa. Sorry. É... agora que a vejo, vê-se tudo menos o blush hehehe.


E vocês, já usarm este lip balm? Qual a vossa opinião? 

Prometo que é o último desenho hehehe, amanhã tenho mesmo que estudar :)



SKETCHBOOK | Os conselhos da Ermengarda

Oh pah... o que uma pessoa inventa para não estudar :) estive a tarde toda a olhar para os cadernos e pouco adiantei para a defesa da minha tese de mestrado. Mas tive tempo para desenhar... Ó se tive!

Eu sei que não tenho jeitinho nenhum, eu sei. E não vou fazer disto a minha vida (não se preocupem), mas a minha tese tem a ver com a utilização didáctica da banda desenhada e dos cómics e, pronto, dei por mim e fazer uns traços no caderno hehehe.


Resultado: estou atrasada no estudo. Mas ao menos diverti-me! 


30 janeiro 2014

Lush Bragaparque


É com grande tristeza que recebi esta notícia: a loja da Lush de Braga (mais precisamente no Bragaparque), acaba de fechar esta semana :( Parece que os nortenhos andam com pouca sorte em relação a esta marca, uma vez que as restantes lojas físicas (duas) se situam na zona de Lisboa. 

A notícia foi recebida através do facebook, sem grandes explicações, mas parece que a culpada é, mais uma vez, a maldita crise.

No fundo, no fundo, é uma injustiça, sabem? Fizeram-me ficar viciada nos produtos, foram sempre super queridos sempre que lá fui, e agora deixam-me assim de "mãos a abanar" :( (lol) Isto não se faz :(

E agora vocês respondem: não percebo tanto drama... encomendas pela loja online! Pois bem, e eu respondo: não é a mesma coisa. E não é. Quem teve o privilégio de entrar numa loja da Lush percebe muito bem o que é que eu estou para aqui a dizer... é um mundo completamente à parte de cor, de formas e, sobretudo, de cheiros. No fundo é um local onde onde os nossos sentidos da visão, olfacto e tacto se perdem completamente. E depois é sempre diferente poderem experimentar os produtos antes de os comprarem (já fiz algumas encomendas desta marca na internet e algumas não foram do meu agrado). Mas pronto, isto pode acontecer com qualquer marca e qualquer produto que compremos online... Eu sei. Mas estou triste.

Bem e agora que tenho alguns dos meus produtos preferidos a terminar (estava à espera de juntar alguns mais e fazer uma compra maior na minha próxima deslocação à dita cidade), terei mesmo que pensar numa alternativa. Neste caso passará por encomendar online ou esperar pela minha próxima passagem por Malága e fazer uma visitinha à loja que lá há. 

E quanto a vocês, também costumavam ser visita assídua na loja da Lush em Braga?


29 janeiro 2014

Liebster Award - Discover New Bloggers

Hoje o post é, na verdade, um desafio :), proposto pela minha querida Soraia do blogue Beauty Touch. É uma miúda super simpática, que me tem vindo a ajudar e a dar força, desde o início do blogue. É super gira, criativa no que faz, gosto da sua escrita (simples e clara), gosto das fotos e da arrumação que dá ao blogue, com o seu toque pessoal e gosto dos passo-a-passo, em formato foto, que me ajudam imenso. Por isso, passem por lá e tornem-se fãs :)

Ora falava eu de desafios. 
Muito bem, este chama-se «Liebster Award - Discover New Bloggers» e penso que foi proposto com o objectivo de nos darmos a conhecer um pouco mais e de descobrirmos novos bloggers que, neste caso, possuam ainda poucos seguidores (tenho a dizer-vos que, para mim, já valeu a pena, uma vez que descobri mais um par de blogues que vou passar a seguir). 

E como não podia deixar de ser, tinha que aceitar. Por isso, como diz o meu «querido» Barney Stinson:


Vamos lá ver como é que isto funciona:

 AS REGRAS SÃO: 
- Partilhar 11 factos aleatórios sobre ti.
- Responder às 11 perguntas que a pessoa que te nomeou fez.
- Nomear 11 blogues com menos de 200 seguidores.
- Criar as tuas 11 perguntas.

 11 FACTOS ALEATÓRIOS SOBRE MIM: 
- Sou professora de português e espanhol.
- Sou tímida.
- Tenho um mau hábito: roer as unhas :(
- No final de 2013 vim morar para o sul de Espanha, junto a Gibraltar.
- Adoro gomas, piercings e tatuagens.
- Adoro lavar a louça e passar a ferro.
- Sou hiper esquecida e distraída, hehehe
- Não uso açúcar em nada, só mesmo quando faço algum doce.
- Detesto pés, nhac.
- Só comecei a interessar-me por maquilhagem aos 30 :) antes era maria rapaz hehehe.
- Faço anos a 29 de Novembro.

AS MINHAS RESPOSTAS ÀS PERGUNTAS DA SORAIA:
- Qual o livro que mais te marcou? Passo a vida a ler, não poderia escolher um único livro, mas lembro-me de um que me marcou bastante o «Morreste-me», de José Luís Peixoto. 
- Como te auto-defines? Sou divertida, amiga, boa comunicadora, meiga, tímida, trabalhadora e criativa.
- O que mais gostas em ti? Do sorriso (dizem que é bonito hehehe).
- És viciada em maquilhagem? Acho que estou a ficar :)
- Tens alguma mania? Qual? Maninas... manias... não durmo com a porta do quarto aberta lol não consigo :)
- O que menos gostas em ti? As imperfeições que tenho na cara (manchinhas, marcas de acne e olheiras).
- Quantos batons tens? Não tenho muitos... oito. 
- Qual a tua comida favorita? Uiii lasanha, acho. 
- Quais os 3 itens de maquilhagem que não dispensas? Base, risco preto e blush.
- Qual a tua bebida preferida? Café e chá.
- Tens algum sonho? Qual? Claro que sim, enquanto o homem sonha, o mundo pula e avança! Gostava de poder trabalhar na minha área e que as pessoas de quem gosto tivessem sempre muita saúde.

OS BLOGUES NOMEADOS SÃO:
http://gossipmagazine2000.blogspot.com.es

AS MINHAS 11 PERGUNTAS PARA AS NOMEADAS:
- Que produto de beleza nunca pode faltar na tua mala?
- Por que razão resolveste criar o teu blogue?
- Qual é o teu maior defeito e qualidade?
- Que livro gostaste de ler e me aconselhas?
- O que é que nunca terias coragem de fazer?
- Que blogue segues com carinho e dedicação, ansiando sempre por novo post?
- Sapatilhas ou saltos altos?
- Que desafio esperas superar em 2014?
- Qual o momento que mais gostaste do teu dia de hoje?
- A que app do teu telemóvel dás mais uso?
- De todos os produtos de maquilhagem, qual é aquele que nunca consegues parar de comprar?

O desafio está lançado e eu curiosa para vos poder conhecer um pouquinho melhor :) Deixem aqui nos comentários o link para eu poder «cuscar» as vossas respostas hehehe


25 janeiro 2014

LIFE | O meu Sábado...


O meu sábado foi passado praticamente assim: no quentinho, a ler, a cuscar na internet e a ver séries. Sabe tão bem, não sabe?

Acabei por ficar sozinha porque passei a semana doente e o pessoal tinha viagem marcada para a Sierra Nevada (a sensivelmente 3h de onde vivo). Para não piorar, resolvi ficar por casa. A minha única companhia foi a Mia :) Nunca me falha :)


Bem, estava eu a contar-vos que passei grande parte do tempo a ler. É verdade. Estava a tentar ler as «50 sombras de Grey» há alguns dias, mas confesso que não faz mesmo o meu género :( Juro que ainda lhe dei algumas oportunidades de me surpreender. Sempre que virava a página pensava, é só mais este capítulo. Mas não... ainda li uns quantos, mas não consegui chegar a mais de metade. E eu nem gosto de deixar os livros a meio... Por isso, voltei para o meu sempre amado Game of Thrones. Já vou no sétimo livro e adoro!

Como não tenho fotos da aventura na serra, deixo-vos as fotos de quando fui lá em Dezembro. Nunca tinha feito ski e amei. É uma sensação espectacular e indescritível descer a montanha a deslizar nos skis (ainda que uma montanha pequena como a que eu desci, amadora que sou hehehe). 


Acabei por alugar a roupa e os óculos, só tinha comprado as luvas, porque não sabia se ia gostar e repetir. É um desporto um pouco caro, uma vez que o aluguer da roupa ficar por 25/30 euros, os skis também à volta disso e a pista, por um dia, custa 45€. Mas vale bem a pena!


Um pequeno almoço bem recheado e nutritivo, para dar forças para o dia que está agora a começar.


A belíssima paisagem que temos pela frente. Já se imaginaram a descer isto tudo?


E o descanso dos guerreiros, a meio do dia, para comer um chocolate e beber uma coca cola.

E pronto, lá regressamos, no final do dia, para junto de Gibraltar. O mais engraçado é que, três horas depois, deixámos as temperaturas negativas e a neve, e esticámos as pernas no sofá, em casa, com a praia mesmo em frente. É isto que mais adoro em Espanha... praias lindíssimas e serra à distância de alguns quilómetros.

Que tal o vosso Sábado?





23 janeiro 2014

Blogs e afins

Estes dias não têm sido fáceis... estou de cama com uma faringite, não muito grave mas que me leva a boa disposição. Para além disso, o meu PC anda lentinho como tudo, a precisar de ser formatado, pelo que ando em arrumações com o mesmo :) you know what I mean... 

Bem, no meio disto tudo, tem-me sobrado tempo para andar a vasculhar coisas na internet e blogues novos. E foi assim que encontrei o "itblogues" (segundo o mesmo, "o primeiro e único site que reúne os melhores blogs de moda, beleza e lifestyle em Portugal"). Com grande satisfação, encontrei por lá a Jael Correia, que já seguia diariamente através do seu cantinho e, claro está, fui cuscar o resto que por lá encontrei. 

Das 16 bloggers lá presentes, houve uma que me chamou particularmente a atenção: a Marta Fragateiro. E, nop, não a conhecia, nem sequer dos programas de TV (shame on me lol). Não tenho por hábito ver TV, já há mais de um ano que não tinha TV em casa, e limito-me a ver algumas séries e filmes. Agora que estou em Espanha, mantenho o hábito...

Bem e estava a falar-vos da Marta. Ora uma da coisas que mais aprecio num blogue, para além da sua limpeza e organização, qualidade das fotos e da escrita, é o facto de me poder rever nas ideias que veicula. Passo a explicar, gosto de ver, por exemplo, um outfit, e conseguir identificar-me com as peças e o estilo, gosto de ver um tutorial de maquilhagem e sentir que o conseguiria realizar e usar, gosto de ver acessórios que conseguiria conjugar com as minhas peças de roupa e com o meu estilo e gosto de ver peças que me sejam acessíveis (de que é que me adianta andar a ver outfits só com peças caríssimas que nunca terei?! prefiro seguir uma blogger que consegue vestir-se com lojas que habitualmente frequento para ficar a par do que se vende e de como poderei usá-lo). Não sei se me faço entender. 

Há coisa que me levam imediatamente a fechar a página de um blogue, nomeadamente, excessivos posts com fotos de desfiles de alta costura (não são para mim, não me revejo e cansam-me), outfits que não se enquadram nos meus gostos (há peças que não usaria, combinações que não fazem o meu estilo, mas que até me cativam e gosto e outras que simplesmente são estapafúrdicas), post exclusivos a falar das fotos de celebridades e sei lá que mais, combinações de peças excessivamente caras (se não são para a minha carteira, também não vou perder muito tempo com elas). Como podem ver, nem todos os blogues me agradam. 

Tudo isto para vos justificar por que razão esta blogger me chamou a atenção. Num estilo bastante pessoal, por vezes simples e outras mais arrojado, com peças de lojas comuns e outras um pouco mais carotas, com conjuntos que se calhar nunca ousaria vestir e outros que fazem parte do meu quotidiano, a Marta conseguiu fazer a diferença. Visitem o blogue dela aqui e digam se concordam, ou não, comigo. 



E quanto a vocês, o que vos faz seguir um blogue? O que é que vos prende a atenção e o que é que vos leva a fechar aquele separador?

22 janeiro 2014

REVIEW | Sweetie Pie (shower jelly)


Hoje trago-vos a minha opinião sobre outro produto da Lush que tenho vindo a usar. Trata-se de uma gelatina de banho, um conceito inovador, com cheirinho a bagas e a frutos silvestres.

O produto assemelha-se à gelatina a que já estamos habituados, não só visualmente como também ao toque. No entanto, esta é, digamos, mais resistente que a outra de comer, uma vez que pegamos nela e a usamos na banheira, mesmo com água, e a mesma não se desfaz (não tenham medo, como eu, que não se vai diluir em mil pedaços). Como nunca tinha usado nada do género e estava com medo que a gelatina se diluísse em contacto com a água, acabei por partir uns bocadinhos, alertada por algumas reviews que já tinha lido em alguns blogues. No entanto, posso assegurar-vos que tal passo é desnecessário e que podem usar a gelatina inteira no vosso banho (aliás, na minha sincera opinião, até dá mais jeito usar assim). 


Usei um pedacinho daqueles que podem ver na foto e deu para tomar o meu rico banhinho sem o esgotar por completo. 

Mas antes de vos falar da minha experiência, vamos saber de que é que é feito este miminho doce e sofisticado, tal como a marca o descreve: esta gelatina é então constituída por groselhas negras, cerejas e cipreste. Para ajudar a suavizar a pele, juntou-se gelatina de algas e infusão de coco e para a tornar ainda mais menina, uma mão cheia de brilhos e purpurinas. 


Esta senhora é vendida numa embalagem idêntica aos boiões pretos que a Lush já nos habituou. No entanto, estes são transparentes para nos deixar envolver nestes brilhos. No entanto, contam sempre com a informação referente aos seus ingredientes, fabricação e forma de utilização. 
Relativamente ao preço, podem optar pela embalagem mais pequena, de 100g (4,65€) ou de 240g (9,25€). A validade é sempre grande, por isso, podem comprar a maior, que terão tempo de sobra para a gastar.

Querem saber a minha opinião?


Já a usei algumas vezes e quase não se nota a diferença, ou seja, vai durar por muito, muito, tempo. Deixem-me dizer-vos que apenas a usei temperatura ambiente, ou seja, não experimentei utilizá-la gelada, depois de a deixar uns minutos no congelador ou no frigorífico. No entanto, peno que a diferença não será muito grande, apenas no toque, logo na primeira utilização, porque sentir aquela diferença de temperatura tão boa, que acaba por desaparecer logo depois. Deixem-me alertar-vos também para o facto de não fazer muita espuma, ou seja, a mim não me dá a sensação de lavado, como me dá um sabonete ou gel de banho. No entanto tem um cheirinho delicioso a amoras e groselhas, que não fica no corpo, mas prevalece enquanto estão no duche. 

Ora, na minha opinião, não volto a repetir. O produto não foi nada de extraordinário a hidratar o corpo, não faz espuma como um sabonete ou gel e, por isso, não me dá aquela sensação de limpeza. No fundo, entendo-o mais como algo engraçado e diferente, mas pouco eficiente. Prefiro mil vezes gastar o dinheiro num gel de banho da marca. 

Julgo que é o primeiro produto da Lush que não me agrada nem me satisfaz por completo. Saliento, no entanto, que se trata da minha opinião. Se vos agrada utilizar produtos diferentes e novas "texturas", pois muito bem, não perdem nada em experimentar! Mas as reviews devem ser sinceras e, neste caso, não voltarei a comprar...

E vocês, já experimentaram? Qual é a vossa opinião?

20 janeiro 2014

UNHAS | Rosa Velho


Quem não sabe, fica a saber que tenho um hábito muito mau desde criança: roer as unhas! Para ser sincera, não é algo que me agrade muito, não, mas para quem rói as unhas, sabe o quanto é difícil pôr de lado este mau hábito e deixá-las crescer. 

Já tentei de tudo... aqueles vernizes com sabor horrível, unhas de gel, enfim... nada resulta se não tivermos a força de vontade de mudar, não é? Por isso, tenho procurado andar sempre com elas arranjadas e tratadas, para ver se consigo deixá-las crescer. Solução? Ando sempre com uma lima na carteira, para poder limar sempre que alguma se parte (e evitar roer, como costumava acontecer); usar o Lemony Flutter todos os dias à noite, para hidratar as cutículas e evitar estar sempre a puxá-las com os dentes e hidratar sempre as mãos, de forma a não levar as mãos à boca e evitar ficar com o sabor do creme. 

E resulta? Tem dias :) Mas estou mesmo decidida a seguir em frente :)

Hoje venho partilhar convosco as minhas unhas da semana. Não são as unhas mais bonitas do mundo, mas são as minhas unhas, hehehe


O verniz que estou a usar foi comprado nos chineses, custou 1€ e é um dos meus preferidos. Quase que só precisa de uma camada! Trata-se do "Vernis à ongles", nr. 663, e é um rosa velho muito bonito. Usei uma base endurecedora e duas camadas de verniz, seguidas de mais uma pincelada de base endurecedora (que acaba por dar algum brilho e tornar as unhas ainda mais fortes, uma vez que as minhas lascam e partem com muita facilidade). 


Gostaram da cor? Mais alguma dica a acrescentar para me ajudar a parar com este mau vício de roer as unhas?
mary

17 janeiro 2014

REVIEW | Mask of Magnaminty

Hoje a review é sobre um produto que me tem vindo a convencer de cada vez que a uso e que tem tido efeitos muito positivos na minha pele. Já estão a adivinhar que a review será bastante positiva, não já? :)


A minha máscara foi adquirida em terras espanholas, daí o nome "La Máscara". Trata-se de um preparado à base de menta e argila, indicado para pele com problemas de acne e pontos negros, podendo ser utilizada na face, assim como nas costas, e outras zonas do corpo que sofram destes males. 


Na sua composição tem óleo de menta fresco, conhecido pelas suas propriedades refrescantes, descongestionantes e antissépticas; argila e gel de bentonita, que ajudam a remover a gordura da pele e a  sujidade que vai acumulando nos poros e, para conseguir uma acção esfoliantes, são utilizados feijões de adzuki moídos e sementes de uma flor chamada prímula. Para uma acção calmante e suavizante na nossa pele, é adicionado óleo de calêndula (uma planta oriunda do Brasil, conhecida por integrar inúmeros tratamentos indicados para cabelos oleosos e tratamentos de pele com tendência acneica) e vagem de baunilha. Por último, o caulim, que vai trazer uma limpeza profunda à pele.

A embalagem é o típico boião da Lush, negro e com o autocolante de quem fabricou o produto. Tenham em atenção que a validade do mesmo é de 4 meses, ou seja, não é muito grande. Isto porque têm duas opções de tamanho, relativamente à embalagem: uma embalagem mais pequena, de 125g e outra de 315g. Como sempre, compensa-nos sempre comprar a embalagem maior, no entanto, não se esqueçam que é muito produto e, provavelmente, não conseguem utilizá-lo por completo, se estão a pensar aplicá-lo apenas na face. Eu comprei a mais pequena e dá perfeitamente para quatro meses. 

A marca conta-nos que se trata de uma máscara de limpeza, capaz de revigorar a nossa pele, refrescando-a e estimulando-a, trazendo-nos a sensação de limpeza, no final da aplicação. 
A minha opinião, depois de a usar duas (às vezes, três) vezes por semana, durante dois meses e meio, vai ao encontro do que a marca nos diz. De cada vez que a utilizo, a sensação é sempre de frescura. Mal a encostam à pele do vosso rosto, sentem logo a frescura do óleo de menta (a frescura e o cheirinho!). É uma sensação óptima, de limpeza e de pele renovada. Devem deixar actuar durante 15 a 20 minutos, a máscara vai secando na vossa pele mas não custa nada a remover nem causa qualquer tipo de dor. Para retirarem, é só ir molhando os dedos e massajando, em círculos, por toda a cara, até que a mesma se comece a dissolver. Desta forma, ajudam a fazer uma pequena esfoliação.

Uma sugestão que vos posso dar - e que cumpro sempre - é limpar muito bem o rosto, antes de aplicar a máscara, pode ser com água micelar, por exemplo. De seguida, aplicam o sérum "Full of Grace", também da Lush, e depois a "Mask of Magnaminty". Se tiverem realizado uma esfoliação no dia anterior, será ainda melhor, uma vez que já estão a preparar a vossa pele para receber este tratamento. No final de tudo, devem, obviamente, fechar os poros, utilizando um tónico (eu utilizo o "Tea Tree Water", da Lush) e, muito importante, não se esqueçam de hidratar a pele com um bom creme.

Resultado: a pele ficar super macia e limpa, é uma satisfação enorme passar as mãos por ela! Conseguem controlar a oleosidade e vão reparar, com a continuidade, que os pontos negros deixam de vos massacrar e as borbulhas indesejadas vão à vida.

Pela minha experiência, voltaria a comprar? Sem dúvida alguma! Cumpre perfeitamente com aquilo que promete e sinto-me completamente satisfeita. No que respeita ao factor qualidade/preço, também não há nada a aponta, a embalagem de 125g custa 5,95€ e a de 315g, 10,95€. Neste caso, continuarei a repetir com a embalagem pequena, porque julgo que não se justifica a maior, só para uma pessoa e apenas para utilizar no rosto.

Já utilizaram este produto? Concordam com a minha opinão?
Esta review, foi útil?
mary

LIFE | Uma tarde no zoo...

Este fim de semana teve algo de diferente... passei a tarde de Domingo, no zoo! :) 
E de onde veio a ideia do zoo, perguntam vocês? Pois bem, correu a notícia de que tinha nascido um leãozinho há uns tempos, e como já tinha idade para ser separado dos progenitores (por algum tempo), os visitantes poderiam brincar com ele. Já se imaginaram a brincar com um gatinho grande? hehehe 

E pronto, já havia desculpa para esta pequena viagem. Mapas preparados e... vamos lá!


Embora não pareça, é super perto do lugar onde estou (é uma viagem de cerca de 20 minutinhos). 
O bilhete foi 12 euros, não achei caro, uma vez que parte do valor do mesmo é para ajudar a cuidar de todos aqueles habitantes. 

Este zoo é um tanto ou quanto especial porque se encontra situado no meio do Parque Natural de los Alcornocales (sobreiros), sendo um dos maiores bosques de sobreiros do mundo. Oferece-se, assim, uma paisagem natural e muito próxima de alguns dos habitats naturais de grande parte das espécies aqui presentes.
Interessante é também o facto de, inicialmente, o zoo não ter sido constituído como tal e não ser aberto ao público. Ou seja, tratava-se apenas de um lugar para o qual eram levados alguns dos animais que eram resgatados pela polícia, fruto, muitas vezes, do tráfico de animais exóticos (essencialmente provenientes de África, dada a proximidade com este continente). Outros eram resgatados por pessoas comuns (há, por exemplos, galinhas domésticas) e outros, de alguns circos, onde sofriam maus tratos.
Fundando em 1998, só em 2002 é que o recinto abriu portas ao público como um zoo algo particular, não só pelas características que já apresentei mas também por haver uma grande preocupação em aproximar os visitantes aos animais e ao próprio funcionamento do espaço. São os tratadores que nos convidam a entrar em algumas das "habitações" e se mostram disponíveis para responder a todas as nossas questões. Trabalho meritório, sem dúvida!

Adivinhem lá qual foi o nosso primeiro amigo, assim que entrámos? Pois claro, o leãozinho :)


Confesso que ao início o gatinho mete um bocadinho de medo. É que o bichinho é pequenino, é verdade, mas tem umas patinhas bem grandes, com umas garras já todas jeitosas e uns dentinhos bem afiados. Por isso, aquela primeira foto tem um sorriso trabalhado, porque antes de conseguir olhar para a câmara, estava de olho no pequenote. Ah pois, que gosto muito dos meus dedos :)

Uma das vantagens deste Zoo, como já vos falei, e que nunca tinha presenciado nos outros que já visitara, é a de brincarmos com os animais e interagirmos com eles.  É claro que não é válido para todos - não entrava na casa da sra. Cobra ou da sra. Hiena nem que me pagassem. Argh, morro de medo de répteis, grrrrrrr (arrepio-me até à espinha só de pensar...).


Répteis e animais com mandíbulas potentes à parte, consegui brincar ainda com outros bicharocos. 

Um porco espinho todo despenteado, hehehe, mas super fofinho e nada violento.


Uns papagaios que se debatiam pelas pipas que lhes oferecíamos. Reparem na minha cara de concentração para que ele não me picasse o dedo :) Mas nem isso era necessário, ele tinha imenso cuidado para não magoar ao pegar na comida, com a língua e o bico. Lindo!


Morcegos, que nunca tinha visto na vida real, assim bem juntinho a mim. Têm uns dentes mais afiados do que aquilo que pensava e não consegui tocar-lhes porque o senhor do lado esquerdo estava a tomar conta do amigo do lado e não deixava nada nem ninguém aproximar-se.
Por acaso não tirei foto ao nome destes pequenotes gulosos que nos esvaziaram os sacos de comida quase todos hehehe Mas eram tão fofinhos (o pêlo era tão suave!), com a cauda preta e branca. Super meiguinhos e fotogénicos, não acham?
Depois foi altura de travar conhecimento com um Osito de la miel, também chamado de Kinkajú, um habitante comum na América central (entre o México e o Brasil). É muito meiguinho, apesar daquelas garras que podem ver na foto (não são afiadas), pequenino e com um pêlo muito suave. São animais que se alimentam de nozes, frutas, insectos e, como o próprio nome indica, adoram mel. Este estava super irrequieto porque o tratador estava a comer um bocadillo bem recheado e ele estava a tentar fazer com que ele partilhasse a refeição (nem que fosse à força!). Era mesmo bonito, não me importava de ter um em casa :) 

Por último, fomos a companhia de uma macaca chamada Barbie. O que me ri com esta pequenina de fralda :)
E pronto, tenho a dizer-vos que foi uma tarde bem passada, na companhia destes animais tão queridos.  Há muitos outros animais para ver, claro, eu é que seleccionei alguns.

Voltaria a repetir?? Sem dúvida!

Ah e gostaram do meu outfit? Achei que seria engraçado optar por uma camisa aos quadrados, umas calças de ganga confortáveis e umas botas de cano médio. Assim ao estilo da música do Tio Manel tinha uma quinta,... :)

mary