31 março 2014

BOOKS | Novo desafio: leitura conjunta

E eis que o fim do mês de Março é marcado por mais um desafio literário... a minha primeira leitura conjunta! 

Será a minha primeira leitura conjunta e não poderia começar da melhor forma. Um clássico que há muito queria ler mas que vinha sempre a adiar. Faltava "aquele empurrãozinho" G... mas agora posso dizer que: estou a ler o «Ana Karenina», de Tolstoi!


Não acham que esta edição da Civilização Editora é super linda?? Eu acho! E nada cara, custou 10,99€, sendo de capa dura, boa margem, páginas ligeiramente amareladas e com pormenores muito bonitos. Para além  de tudo isto, traz uma pequena biografia do autor.


Se calhar já todos ouviram falar desta história mas, muito resumidamente, posso contar-vos que se trata do relato de Ana Karenina, uma mulher que parece ter tudo o que é necessário para se ser feliz: um filho adorado, beleza, dinheiro e popularidade. Uma mulher que vai preencher o vazio que vai engolindo a sua vida, com uma relação extra conjugal com o conde Wronsky. É claro que a relação não será aceite pela família e sociedade de então, causando ciúme e amargura.


Considerado por muitos como o melhor romance psicológico do século XIX, vale também pela beleza da descrição da Rússia da época, o que me leva a estar ainda mais curiosa face à mesma!


E mais não vos posso contar porque a leitura conjunta começou hoje e eu ainda só li meia dúzia de páginas (infelizmente). 

De qualquer forma, julgo que ainda vão a tempo de poderem participar! Se estiverem interessados, comentem, que logo vos digo o que têm que fazer.

Em relação à leitura, será realizada com mais um grupo de leitores e todas as semanas serão lidas duas partes (o livro é composto por 8), sendo as discussões realizadas num dia a definir. Promete ser uma experiência enriquecedora e diferente. Tenho a certeza que será algo a repetir X!

E vocês, vão participar? O que acham da ideia? Já leram o livro? 


28 março 2014

BOOKS | Novo Projecto


Este será o meu novo projecto. O que será, o que será? :) Ainda está no segredo dos deuses... mas por pouco tempo!

Fiquem atentos às redes sociais, durante o dia de hoje (conselho de amiga!).

É com muito orgulho que participo neste primeiro grande projecto. Como sabem o meu blog ainda é super novo, e o canal do youtube, mais novo é. Por isso, quando recebi o convite para integrar esta equipa senti-me... maravilhada! Não só pela partilha e convívio que tem proporcionado, mas pelo facto de me permitirem aprender com vocês as cinco. 

Obrigada por acreditarem em mim!! Espero estar à vossa altura :)

E com isto, venho também dizer, que vou estar mais ausente estes três idas, aproveitando que tenho um grupo de amigos que me veio visitar e ao qual me tenho que dedicar. Volto com novidades, prometo!


27 março 2014

TAG | Era uma vez... a Primavera!


E porque já chegou a ~ [Primavera] ~ e os dias parecem maiores e mais quentinhos (pelo menos aqui :p ), nada melhor do que responder a esta tag, criada pela Catarina Silva do Little House of Books.

Podem ver o vídeo >> aqui <<. Prometo que é pequenino :) e que vão ver... passarinhos hehehe.

Blogs que taguei:
http://ruadepapel.blogspot.com
http://fofocas-literarias.blogspot.com
http://sigularidadesdeumaraparigaloira.blogspot.pt
http://daniireads.blogspot.com

O que acharam?!

26 março 2014

BOOKS | Halloween, de Nádia Batista

Não sei se sabem (porque eu também não sabia...) mas parece que hoje foi o dia do escritor nacional (ainda é.. porque não passa da meia noite hehehe).

E nada melhor do que comemorá-lo, lendo qualquer coisinha nossa... como não pretendia iniciar uma nova leitura estes dias (tenho um projecto grande de leitura a caminho), decidi-me por um conto...


Não sou muito adepta de contos.. fico sempre com vontade de mais e quando dou por mim a história já está a terminar. E este não foi excepção!


O conto inicia-se com a voz de Alexandre, encerrado num manicómio há tanto tempo, que já nem consegue distinguir a sua idade... É dia das bruxas e por entre o burburinho de vozes, a personagem começa a recordar um episódio do seu passado que acabou por determinar o seu presente.

Nesta história, Alexandre e o seu grupo de amigos (que incluía a namorada Eva), decidem fazer uma investida ao cemitério para celebrarem o Dia das Bruxas. Já vos digo que valem como corajosos porque não era eu que me aventurava num cemitério à noite. 

Certo é que, depois de algumas linhas, estão quase a começar o jogo do copo quando avistam um vulto. Aos pares, iniciam uma busca pelo cemitério, procurando descobrir quem seria. Essa busca vai levá-los aos quatro, ainda que tenham seguido caminhos opostos, a uma espécie de salão subterrâneo. O cenário é invulgar: música, máscaras e pessoas a dançar. Alexandre e Eva acabam por se escapar para um quarto onde têm a sua primeira experiência sexual...

No final, quando os quatro se dirigem para a saída daquele local misterioso a história conhece um desfecho surpreendente. E não vos conto mais!

É um conto, de apenas sete páginas, não esperem uma pequena obra prima porque com tão poucas páginas, quase que nem há espaço para tal. Mas podem contar com uma história engraçada e com um final algo macabro que me agradou bastante, uma vez que me surpreendeu (não imaginava um desfecho assim). É claro que as personagens poderiam ter uma construção mais profunda e o desfecho poderia ser mais pormenorizado. Não discordo.. mas é um conto que, por si só, já deverá ter uma dimensão reduzida... logo, não há nada que andar para aqui com grandes descrições. 

Gosto particularmente da dúvida e da incerteza que estão presentes do início ao fim do relato. Inicialmente, não estava a compreender muito bem a intenção da autora com tanta incerteza da personagem principal ao recordar-se dos factos, dos nomes de outras personagens, de detalhes do espaço... mas depois fui percebendo a razão de tudo isso :)
Só fico com pena de ter sido um conto e não uma narrativa mais extensa... acho que gostaria de ler um pouco mais. Mas este poderá ser um aperitivo para uma boa narrativa, se a escritora quiser!

Ah! De louvar a capa do livro, também da autoria da escritora.. Adoro]


Título Original: Halloween
Autor: Nádia Batista
Data: 2014 
Páginas: 7
Onde comprei: está disponível para download gratuito aqui
Goodreads: aqui

RRRRR



Se tiverem curiosidade em conhecer a escritora, podem aceder ao seu blog pessoal Eu e o Bam.

Ficaram curiosos? Gostariam de ler?

TAG | O Livrofone


Já cá faltava mais uma TAG, não? :)

Esta tag já está mais que respondida por entre blogs e canais, já nem sei onde a vi em primeiro lugar.. mas posso indicar-vos as últimas duas que vi/li:
- a Jojo, que fez um vídeo todo giro para inauguração do canal:
http://devaneiosdajojo.blogspot.com.es/2014/03/tag-o-livrofone.html

- a Chris, do Diário da Chris, que também fez um vídeo todo catita: https://www.youtube.com/watch?v=k391TOTFpHY


1 ... Chamada perdida: um livro que não conseguiste acabar de ler.



Parei de ler este livro porque tive que iniciar algumas leituras para a Universidade e depois acabei por não o terminar... Tenciono lê-lo num futuro próximo porque sei que é bastante bom e que vou adorar!

E sim, tenho vergonha de ainda não ter lido X





2... Chamada a tres: a personagem que mais te fez rir, aquela que  mais odeias e aquela que adoras.
A Mafalda faz-me sempre rir às gargalhadas!! Detesto o Robin Arryn das Crónicas do Gelo e do Fogo (e na série está muito bem representado... ai que me irrita tanto esta criaturazinha!!) e a Salander de The Girl With The Dragon Tattoo... já sabem que está aqui no meu coração K. Identifico-me bastante com a personagem e adoro: tem tudo para ser uma mulher de garras!


3... Facturas: o preço mais caro que já pagaste por um livro.


Tive que o comprar para uma das minhas cadeiras de espanhol na Universidade. Já não sei bem quanto paguei e como não tenho o livro comigo, não consigo confirmar o preço. Mas lembro-me que foi mais de 20€

Adorei o livro... é simplesmente lindo! É um tratado sobre o amor (mas nada piegas, que eu não gosto de pieguices), escrito por um árabe (o meu livro tem a parte original em árabe e a tradução em espanhol) e o que mantém este sentimento imutável por tempos e tempos.  É lindo e será um livro que me acompanhará o resto da vida K





4... Interferencias: um livro no qual fizeste uma pausa e ao qual voltaste passado algum tempo.



Tive que fazer uma pequena pausa nesta leitura... por umas boas semanas. Não gosto muito quando isso acontece, especialmente em livros com um grande número de personagens (porque depois perco o fio à meada)... mas teve que ser, caso contrário não conseguiria terminar o trabalho que estava a desenvolver. Quando voltei à leitura, custou-me um pouco, mas acabei por lê-lo num abrir e fechar de olhos.



5... Voice Mail: um livro com frases que estás sempre a dizer.




Pois... não sou muito de repetir frases dos livros que leio. Mas há alguns que me marcam mais que outros e este é um deles... Já o reli imensas vezes e há frases que fazem (realmente) parte de mim G.







6... Toque de chamada: um livro que gostarias de ler e reler várias vezes.


Adorei este livro e era capaz de o ler uma e outra vez. Mas como este tenho outros...







7... Sem rede: um livro que demoraste muito a conseguir.



Já andava há muito para comprar este (grande) livro, mas estava sempre esgotado. Até que os meus amigos se juntaram e o compraram em segredo para me oferecerem no meu aniversário. O livro era super caro para o comprar na altura porque andava mal de finanças e quando o vi... chorei! Foi um gesto lindo, que não estava nada, nada, à espera.






8... Videochamada: uma personagem que gostavas que existisse.


Hum.. esta é difícil de responder.. Mas eu vivia bem num mundo de completa fantasia, é mesmo a minha praia. Mas se tivesse que escolher uma personagem escolhia a Saphira de "Eragon"... 





9... Smartphone: livro físico ou ebook?


Sem dúvida alguma... livros físicos! Não há nada como ter os nossos livrinhos e olhar para eles, tocá-los e recordar os momentos que passamos juntos. 

Mostro a minha colecção com o maior orgulho!







10... Numero nao disponivel: um livro que estás reticente em ler mas que todos já leram.

Ui tenho tantos... mas entre eles estão os livros de Nora Roberts, Daniele Stell, a Fórmula de Deus, de José Rodrigues dos Santos... talvez não seja mesmo para já!








Quem ainda não respondeu a esta tag que ponha o dedo no ar!
Pronto, quem pôs o dedo no ar, toca a responder :)

Semelhanças com algumas das minhas escolhas?!

24 março 2014

WEEKLY ALBUM | A minha semana...

E mais uma semana que já passou... Mais uma vez, as horas e os dias vão passando e vou-me esquecendo sempre de fotografar tudo :( Acabo por não vos documentar tudo como queria...

Vamos a ela :)


No outro ~ [Domingo] ~ (que acabei por não publicar esta entrada), fui passear para Tarifa e dei um saltinho à praia. Estava quentinho... começo a ansiar o Verão mais que qualquer outra coisa!

~ [Segunda] ~ Boa surpresa: bolinhos típicos da República Checa. É sempre bom ter amigos por todo o lado que nunca se esquecem de nós :)

~ [Terça] ~ Fim do dia descansada, a ler e a beber uma boa limonada.

~ [Quarta] ~ Dia de sol lindo lindo... mais uma vez, a vista da minha varanda quando acordo :) e a Mia a querer ser modelo :P


~ [Quinta] ~ Dia de futebol... não ligo nada a futebol... nadinha... mas lá fui com três benfiquistas ao café, no meio de Espanha e cheio de ingleses (lol!) e aproveitei para pôr a leitura em dia, acompanhada por uma cervejinha fresquinha :)

~ [Sexta] ~ Certamente já reparam naquela rocha enorme que, às vezes, aparece aqui nas fotos: é o rochedo em Gibraltar. É enorme, não estão a imaginar! Pois, Sexta foi o dia de subir e descer, a pé, aquele "monumento". Custou... mas valeu a pena. A vista e a paisagem são magníficas :) E ainda brinquei com os macacos que lá há :P O dia terminou com cerveja à mistura e petiscos no restaurante indiano.

~ [Sábado] ~ Dia de descanso.. ver filmes e ler :) tão bom!

Ah, e não sei se já vos disse, mas comecei a ir ao ginásio.. já sentia falta! Vou todos os dias fazer uma a duas aulas, logo de manhãzinha. Sabe tão bem :)

21 março 2014

DEVANEIOS | Hora da Poesia

No outro dia, "rodava" pelo facebook uma corrente de poesia, em que cada um teria que escolher um poema do seu agrado e publicar. Achei a ideia engraçada: é sempre bom abrir o facebook e dar de caras com estas coisas literárias. 

Como andei com muito trabalho, acabei por não responder de imediato e deixar arrastar e arrastar. Por isso, decidi trazer-vos o meu poema aqui e não lá. Aqui é o meu verdadeiro cantinho :) 
Catarina (do blog Sonhar de Olhos Abertos), espero que não te importes... :)

Para além disso, dia 21 de Março é... adivinhem! O dia Mundial da Poesia :)

[imagem aqui]

Não sou muito adepta da poesia... se calhar nunca me ensinaram a gostar ou sou eu que ainda não entrei no espírito. No entanto, há um poema que sempre me marcou, desde a primeira vez que o li... o que a seguir apresento. Vale a pena perder três minutos a ler... :)

É um poema de José Luís Peixoto, do livro «Criança em Ruínas»...

Adoro :)

O que acharam? 


20 março 2014

TAG | Hábitos de Leitura


Acho que estou a começar a ficar viciada em Tags :) Desta vez trago-vos a tag «Hábitos de Leitura», para que me conheçam um pouco melhor a minha faceta de leitora. 

Vi esta tag no blog da Tânia, Rua de Papel (passem por lá porque valem bem a pena!) e não resisti a responder também :) Segundo as informações da Tânia, quem criou a tag foi Jasmin do TheBookJazz e quem a traduziu foi a Catarina do blog Sonhar de Olhos Abertos (se também não conhecem, deviam conhecer! Façam favor de lá passar também).

Decidi gravar um vídeo, por ser mais dinâmico e porque quero continuar a melhor, quer a edição dos mesmos, quer a minha postura em frente à câmara. Por isso, desculpem serem as minhas cobaias :)

No vídeo, vão encontrar as respostas às seguintes perguntas:


Espero que gostem e que se divirtam tanto como eu me diverti a fazer o vídeo :) Sintam-se à vontade para responder!!



19 março 2014

BOOKS | The Search, de Nora Roberts

Como já viram (ou deviam ter visto!!) pela lateral do meu blog, já terminei o livro que estava a ler da Nora Roberts, o que significa: review :)


A novidade desta review, é que vai ser feita em post e vídeo :) O vídeo já foi gravado ontem e hoje decidi arranjar uns minutinhos para escrever o texto X

Comecei a ler este livro para a última Maratona Literária, Viagens (In)Esperadas, da qual já vos falei anteriormente. Acabei por não conseguir terminá-lo porque a leitura se revelou um pouco mais lenta do que aquilo que estava à espera. 


Esta é a ~ [história] ~ de Fiona, uma rapariga que treina cães (não só para pessoas particulares, como para fazerem parte de um grupo de salvamento, que intervém sempre que há pessoas desaparecidas). No passado, Fi foi vítima dos planos de um assassino em série que perseguia estudantes universitárias, e acabando por matá-las. 

Claro está que a personagem principal da nossa história conseguiu escapar, todavia não conseguiu deter o assassino no momento, o qual acabou por fugir. Quase um ano depois, é o seu namorado que vai acabar por deter o psicopata. Bem, para ser correcta, será o seu fiel companheiro, o seu cão. O assassino acaba por matar Greg - o namorado da Fi - e o próprio cão. No entanto, não consegue escapar do local e é detido pela polícia. 

Já na prisão, não descansa enquanto não encontra um discípulo para terminar o que não tinha conseguido: matar Fiona. 

Relativamente à protagonista, vive sozinha com os seus três cães e tem um emprego que adora. Acaba por conhecer Simon, um novo habitante da ilha, e os dois acabam por se aproximar (inicialmente é aquela relaçãozinha do "quanto mais me bates, mais eu gosto de ti") e apaixonar-se.


O ~ [ritmo] ~ da história é bastante lento, especialmente quando nos deparamos com a parte do treino dos cães. Há muitos pormenores e episódios que, na minha opinião, não são essenciais na história e podiam, muito bem, ser excluídos. A construção das personagens também não é nada por aí além e desde o início nos apercebemos que não podemos esperar grandes revelações das mesmas. Podemos, por isso, falar de uma certa linearidade da história V.

A vertente policial, se a podemos assim designar, uma vez que este livro é um romance e não um policial; mas a parte do mistério do assassino, como vos estava a dizer, é talvez a única que faz a mesma avançar. No entanto, para terem noção, só surge realmente no capítulo 12, cerca de 200 páginas, depois do início do livro. O que temos para trás? A apresentação das personagens e o dia-a-dia da Fi. O que me leva a pensar: este livro poderia estar resumido em 180/200 páginas t


Foi a minha primeira leitura de Nora Roberts e confesso que não fiquei muito entusiasmada com o que li... No entanto, mais tarde, pretendo ler algo diferente da mesma autora... Vamos dar outra hipótese à senhora K.

Em relação à ~ [parte física] ~ do livro, adoro ] a capa, com o lenço vermelho caído no arbusto (tem muito a ver com a narrativa), gosto da margem e do tipo de letra e, é verdade!, da numeração das páginas, que tem um tipo de letra diferente do mais usual. Também adoro as páginas ligeiramente amareladas e mais grossas. Por 5,95€, sendo um hardcover, julgo que foi uma boa compra (se não pensarmos muito na história, hehehe). 


E por último, perguntam-se se eu recomendaria, ou não, este livro. Bem, depende do tipo de leitura que gostam de realizar. Se gostam de um romancezito, sem grandes peripécias, recomendo. Se são mais de aventuras e histórias surpreendentes, acho que não recomendo pois seria mais uma pequena desilusão como aconteceu comigo. É uma narrativa super banal, nada de mais U.


Como foi um livro que não me disse muito, as citações que seleccionei, claro está!, também não foram muitas.. Deixo-vos uma que achei engraçada :)

«- Ah, por cierto, mi hijo y mi nuera tienen una perrita. Para practicar, según ellos, antes de hacerme abuela. (...) La han adoptado de un refugio. Brad dice que querían salvar una vida antes de empezar a pensar en crear otra.» p. 90

Podem aceder à review em vídeo aqui:




Título Original: The Search
Autor: Nora Roberts
ISBN: 978-84-01-38400-4
Editora: Plaza Janés
Data: 2011 
Páginas: 525
Onde comprei: El Corte Inglés (5,95€)
Goodreadsaqui

RRRRR


Já leram este livro? O que acharam? E gostaram mais da review em post ou vídeo?

18 março 2014

TAG | Como eu leio...


Decidi fazer mais uma tag em vídeo... 

Como gosto de fazer listas e "rabiscar" no meu caderno (um dia ainda tenho que fazer um vídeo sobre esta pequena maravilha da stapples!!), decidi deixar esta foto como imagem do vídeo. Espero que gostem!!


Vamos lá às informações sobre a TAG. Trata-se de uma tag super simples em que basicamente falamos sobre a nossa experiência enquanto leitores

Aqui ficam as ~ [perguntas] ~ às quais respondi:



Vamos ver o vídeo?! :)



O que acharam? Já responderam ou pretender responder a esta tag? 

15 março 2014

REVIEW | Handy Gurugu

Estão à procura de um creme que vos deixe as mãos super macias? Pretendem algo diferente e com ingredientes naturais?

Então continuem a ler! Este post é para vocês K.


Tenho, então, o prazer de vos apresentar o creme "Handy Gurugu", uma das poções mágicas da já nossa conhecida Lush.

O que é que este creme tem de especial?
Este é um cremezinho suave, de cor verde e que é rapidamente absorvido pela vossa pele. Acaba por ser fantástico porque não é gorduroso e não ficam com aquela sensação de mãos pegajosas. Detesto isso U.


A marca afirma que tem um cheirinho a deliciosa baunilha, rosas e camomila. Eu nem vos sei dizer ao certo o que é... mas que é um odor bom, lá isso é! Todavia, o mais importante deste creme - na minha opinião -, é a mistura de manteigas e de óleos que possui: manteiga de karité, manteiga de sementes de abóbora e de castanha cajú, que prometem deixar as nossas mãos macias como seda (e conseguem!). 


Qual é a poção mágica deste creme milagroso? O site da Lush, dá-nos a conhecer tudo isso, através da seguinte lista de ~ [ingredientes] ~ :


Mas a marca também nos conta a ~ [história] ~ por destrás disto tudo. E é isso que adoro na Lush! A originalidade que usam para descrever os produtos:


A minha ~ [opinião] ~ é muito positiva, em relação a este creme. Comprei-o a medo (veio directamente de Inglaterra), uma vez que desconfiava que com tanta manteiga à mistura, poderia acabar por ser bastante gorduroso. Surpreendeu-me por ser precisamente o contrário. Costumo aplicá-lo várias vezes por semana e fico com as mãos a cheirar super bem e muito macias. É dos meus preferidos, juntamente com o da Yves Rocher, que já vos falei há uns posts atrás.


No que toca a  ~ [preços] ~, concordo que não é dos mais económicos... Vem em embalagens de 100g, o típico boião preto da Lush, e custa 11,95€. Mas podem, tal como eu, comprar e intercalar com outro creme que também gostem :) Podem comprar aqui.

Curiosas? Que creme de mãos costumam usar?